quinta-feira, 9 de julho de 2009

O que de nós ainda persiste...



Queria por um dia sentir o que você sente

E em sua mente me enxergar, mesmo que de relance

Queria saber qual imagem que ficou

Que sorriso, que lembrança...

Queria ter a certeza de que eu estaria ali

Ainda que por um instante

Queria descobrir que a saudade não é só minha

Para poder compartilhá-la e fazê-la bela e não dolorosa

Queria saber o quanto de mim há em ti

Porque se nada mais houver

O que de ti há em mim não poderá ser mais nada

A não ser....

Poesia

2 comentários:

Dênis Rubra disse...

Poesia linda, Mari.

rjen disse...

Queria poder escrever assim...simplestemente o q sinto...bela poesia