terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Dor


Da última vez que você veio, previ sua chegada
Não pedi que fosse embora
Não exigi nada
Se me queria como companhia
Pela primeira vez, seja bem-vinda
Não te venero, nem te nego
Me faça apenas me sentir mais viva

Hoje você tem espaço aqui
Me deixe à flor da pele
Quem chora não tem apatia


Não anseio por suas visitas
Estaria sendo hipócrita
Mas arranjei um lugar para elas
Sei que uma hora estará de volta

Hoje você tem espaço aqui
Me deixe à flor da pele
Quem sofre não tem apatia
Quem chora volta a sorrir

3 comentários:

Pedro disse...

Vive melhor quem sabe recebê-la de vez em quando.

Dri Viaro disse...

oi, passei pra conhecer seu blog, e desejar boa semana
bjss

aguardo sua visita :)

Danyel de Argolo Cardoso disse...

Ficou ritmado, metrificado.

Só falta musicar.